Terça-feira, 24 de Julho de 2007

Notícia do Correio da Manhã

Fim ao conflito Israel/Palestina
ONG desempenham papel fundamental
Em Israel e no lado dos palestinianos há muita gente interessada em pôr fim à situação de guerra existente na zona. Esta oposição ao conflito é assumida particularmente pelas organizações não-governamentais.

A realidade israelita e palestiniana foram o centro de um colóquio organizado em Lisboa, pelo Conselho Português para a Paz e a Cooperação, onde dois representantes desta organização relataram a experiência da participação na conferência internacional “Iniciativa de Jerusalém: por uma paz justa na base de dois estados – Israel e Palestina”.

No lado palestiniano, a elevada taxa de desemprego, 55 por cento na Cisjordânia e 80 por cento na Faixa de Gaza são dois dos principais factores que levam à radicalização política da população, neste caso, expresso pela vitória do Hamas, nas últimas eleições democráticas.

A própria construção do muro de separação que Israel está a levar a cabo na Cisjordânica, em particular para proteger os colonatos ilegalmente instalados no território – e que duplicaram em menos de 15 anos -, vai contribuir, a médio longo prazo para o empobrecimento da população palestiniana, sobretudo nos meios rurais, impedida de aceder aos seus campos de cultivo, além de desarticular socialmente as comunidades, sem ligação entre si.

Por outro lado, em Israel, assiste-se a uma “preocupante fasciszação e militarização” da sociedade, levada a cabo pelos partidos mais ortodoxos e as facções mais conservadoras do exército. Este processo, além de limitar seriamente a liberdade de expressão dos próprios israelitas traduz-se nas expressões de racismo contra, por exemplo os judeus de etnia africana e nas penas de prisão aplicadas aos objectores de consciência ao serviço militar.

Os presos políticos palestinianos nas prisões israelitas elevam-se a cerca de 11 mil, de todas as formações políticas, entre os quais se contam, segundo dados internacionais, cerca de 300 menores e 45 deputados do parlamento da Palestina.

http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=250938&idCanal=21
publicado por cppc às 10:37
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. NOVO SITE DO CPPC

. CUBA: abaixo-assinado sol...

. SAHARA OCIDENTAL - CARAVA...

. MÉDIO ORIENTE: OPRESSÃO E...

. LIBERDADE PARA OS CINCO P...

. LIBERDADE PARA OS CINCO P...

. ACAMPAMENTOS DE REFUGIADO...

. DEBATE SOBRE SITUAÇÃO NO ...

. SOLIDARIEDADE IRAQUE - AP...

. PALESTINA: 60 Anos de Nak...

.arquivos

. Agosto 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds